Competitividade: os nossos principais gargalos para o crescimento? Autor:Luiz C. Di Serio

Resgatando os nossos artigos de 15/01/17, 23/01/17 e 29/01/2017, analisamos os fatores que impactam a competitividade.

A seguir iremos analisar alguns dos gargalos e inibidores para se fazer negócios no Brasil, ou seja, sobre o ambiente de negócios.

Além do WEF, outras entidades internacionais, tem acompanhando indicadores que refletem a avaliação do ambiente de negócios nos países, ou seja, avaliando os facilitadores e inibidores para se fazer negócios nos países.

No caso do WEF, a avaliação de 120 países em 138 na dimensão instituições, no período de 2015-2016,observamos os seguintes fatores inibidores para  se fazer negócio
no Brasil:
1.Regulamentação fiscal;
2.Legislação Trabalhista Restrita;
3.Corrupção;
4.Infraestrutura deficiente;
5.Burocracia Governamental Ineficiente;
6.Regulação de importação complexa;
7.Falta de qualificação dos trabalhadores;
8.Acesso limitado a financiamento;
9.Instabilidade Política;
10. Inflação elevada;
11.Capacitação para inovação insuficiente;
12.Falta de ética no trabalho;
13. Instabilidade Governamental;
14.Saúde pública de má qualidade;
15.Criminalidade e Roubo gerando insegurança e custos.

Se observarmos o noticiário apenas neste mês de janeiro, podemos constatar a profundidade da crise que atravessamos, onde o conflito latente das instituições impacta no desempenho da nossa economia, na velocidade das soluções dos problemas citados e na qualidade de vida das pessoas.

Ontem a noite a câmara votou uma lei para aliviar as penalidades para os partidos que não prestam contam dos seus gastos, contrariando até a lei de responsabilidade fiscal.

A pergunta é: Qual o benefício para a sociedade? A quem interessa esta lei? E o conflito com a anterior? E os custos gerados para eliminar os conflitos?

Para as empresas nacionais e para as pessoas os inibidores citados trazem desperdício de recurso, atraso nas decisões e custos adicionais.

Para as empresas que fazem estudo dos ambientes de negócios dos países para decidir onde alocar novos investimentos em ativos ou serviços, os fatores citados impactam de forma significativa estas decisões. De forma clara, o Brasil perde estas  oportunidades.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s